CCP: LEO BURNETT FOI A AGÊNCIA DO ANO, GRANDE PRÉMIO É DA PARTNERS

CCP: LEO BURNETT FOI A AGÊNCIA DO ANO, GRANDE PRÉMIO É DA PARTNERS

Leo Burnett e Partners dividiram o protagonismo como as duas agências mais premiadas este sábado pelo Clube de Criativos de Portugal (CCP), naquela que foi a gala que assinalou os 20 anos do festival. A equipa da Leo Burnett foi aquela que mais vezes subiu ao palco, saindo do Espaço Atmosferas da ETIC com o título de Agência do Ano ao conquistar nove galardões de ouro, sete de prata e 12 bronzes. Com distinções em várias categorias, a Leo Burnett foi ainda considerada a melhor agência do ano em Relações Públicas, Meios, Marketing Relacional e Digital e Interactiva. O projecto Muro: A Greater Wall, criado pela agência para a Câmara Municipal de Lisboa, valeu à autarquia o título de Anunciante do Ano.

Já a Partners, que arrecadou igual número de troféus de ouro e foi eleita Agência de Publicidade do Ano, esteve em destaque ao conquistar o Grande Prémio com o projecto Can’t Skip Us: Desenvolvido para o Turismo de Portugal, este trabalho acabaria por ser distinguido também com o Grande Prémio Jornalistas. A Partners fez o pleno ao levar para a agência também o troféu do Grande Prémio para o Bem, com a acção Árvore da Esperança para a Presidência da República.

O título de Agência do Ano em Design foi entregue à Solid Dogma, enquanto a J. Walter Thompson recebeu a distinção na categoria de Activação e Eventos. A Havas Worldwide foi a Agencia do Ano na categoria de Projecto Integrado.

Nas áreas técnicas, com dois ouros pela campanha 90 Anos a Fazer Amigos para a Super Bock, a Ministério dos Filmes foi considerada a Melhor Produtora do Ano, enquanto o título de Melhor Produtora de Som foi atribuído à Avalanche Tropical graças a um ouro pela campanha Uber ou Mamã para a NOS, que foi o Anunciante do Ano na secção de Craft.

Miguel Fernandes, profissional que passou pela J. Walter Thompson, Abrinício e Euro RSCG e foi responsável por projectos de comunicação como a Expo98 e o relançamento do Azeite Gallo para a FimaUnilever com o icónico “A cantar desde 1919”, foi homenageado com o Prémio Carreira.

Share this post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email